As vendas para o Natal registraram a segunda alta consecutiva e o melhor resultado dos últimos quatro anos. Os dados registrados pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o SPC Brasil apontam crescimento de 2,66% no faturamento em relação ao ano passado, das vendas a prazo.

O período tomado como base da pesquisa foi de 4 de dezembro ao dia 24. As vendas nessa modalidade atingiram aumento de 2,13% em 2017 e baixa de -2,29% no ano anterior, -4,16% em 2015 e -8,3% no ano de 2014. Os resultados comprovam a recuperação gradual do setor varejista e o otimismo dos consumidores brasileiros.

“Após um período de retração da economia, observa-se uma perspectiva positiva do cenário pós-eleições, que estimulou muitos consumidores a irem às compras neste Natal”, avaliou a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

O gasto médio do brasileiro com o total de presentes na principal data para o comércio ficou e R$ 115,9. A previsão era de que a data movimentasse cerca de R$ 53,5 bilhões na economia.

Shoppings

O setor de shoppings também comemora o momento de alto e dá grande contribuição para o desempenho do varejo. Segundo levantamento feito pela Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), as vendas cresceram 5,5%. Entre os itens mais procurados para época natalina em centros comerciais foram perfumes e cosméticos, celular e smartphone, além de eletrônicos e eletrodomésticos.

Segundo o balanço da Alshop, em todo o ano o varejo de shopping cresceu 6%, com um faturamento de R$ 156,3 bilhões. Os segmentos que mais cresceram foram perfumaria e cosméticos (8%), eletrodomésticos (6%), celulares e smartphones (6%) e eletroeletrônicos (5%).

Em todo o ano, o varejo de shopping cresceu e o segmento que mais se destacou foi o de perfumaria e cosméticos, com 8%
Em todo o ano, o varejo de shopping cresceu e o segmento que mais se destacou foi o de perfumaria e cosméticos, com 8%

E-commerce

O varejo online pontuou alta de 13,5% no período ante o ano anterior com um faturamento superior a R$ 9,9 bilhões. Os dados são da Ebit|Nielsen e mostram ainda que o número de pedidos pela internet cresceu 5,2%. O tíquete médio ficou em R$ 493 e representou um crescimento de 8% na comparação com o Natal de 2017.

Conteúdo Relacionado

News

Aplicativo disponibiliza consulta gratuita de CPF com nova versão

10.maio

A atualização do aplicativo “SPC Consumidor” permite que os consumidores façam a consulta gratuita de CPF por meio do smartphone. A nova versão já está disponível desde o último mês para saber se está inscrito na base de inadimplentes do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

News

Preparado para as vendas do Dia das Mães?

08.maio

Essa pergunta precisa ser feita com pelo menos 15 dias de antecedência à data. Mas se ainda não pensou nas ações para atrair a clientela, calma que ainda está em tempo. O Dia das Mães é uma das principais datas para o comércio brasileiro e deve ser planejada com sucesso para que os resultados sejam […]

News

Fique ligado: Webinar gratuito sobre Operador de Checkout!

22.abril

O Operador de Checkout desempenha um papel fundamental no varejo por ter uma relação próxima com o consumidor, que relata sua experiência de compra ao passar pelo caixa. Por isso, a escolha certa desse agente resulta em um bom relacionamento com os clientes e, consequentemente, mais vendas para a loja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *