Se por um lado a pandemia da Covid-19 congelou os gastos e impactou negativamente nas finanças de vários setores econômicos do País. Por outro lado foi um divisor de águas para as áreas essenciais como varejo alimentar e farma. Em meio à série de restrições, os estabelecimentos passaram a se reinventar e aproveitar o momento de vendas impulsionado por algumas categorias básicas.

O varejo alimentar é o melhor exemplo para essa “boa maré” que, na medida do possível, a crise geral trouxe. Os últimos indicadores econômicos mostraram que até o mês de maio as vendas do segmento cresceram 5,63%. Os dados são da divulgados pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras) em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Só no mês de maio a alta foi de 11,93% em relação ao mesmo período de 2019, tendo registrado ainda crescimento de 3,75% na comparação com abril. O presidente da entidade, João Sanzovo Neto, ressaltou que a necessidade de abastecimento dos itens de casa ante às recomendações de isolamento social contribuiu para o bom momento para o varejo alimentar.

“Com a chegada da pandemia do coronavírus e o isolamento social, as pessoas intensificaram suas compras de abastecimento com o intuito de estocar produtos e sair menos de casa. Por isso, o aumento nas vendas nos últimos meses já era esperado pelos empresários do setor”, disse.

A entidade também reforçou que os incentivos do governo, como o auxílio emergencial para as famílias de baixa renda adquirir, especialmente, produtos alimentícios, itens de higiene e medicamentos, foram outro fator motivador para o aumento das vendas.

  • Sua loja ainda não tem site? Conheça plataformas gratuitas pra isso aqui

Varejo alimentar: cautela sim, estagnação não

Ainda que o mercado sinalize certa cautela, uma vez que a queda pode ser sentida nos próximos meses, como reflexo da alta no desemprego, muitas redes mantêm as projeções de investimentos. Seja para novas contratações ou expansão das lojas.

Outra preocupação está em criar uma agenda positiva no compasso que também promove incentivos para auxiliar e atrair a clientela nesses tempos críticos. Em reportagem divulgada pelo Estadão, algumas lojas sinalizaram essa perspectiva de ir na contramão da estagnação econômica.

O Carrefour informou a manutenção do preço de ao menos 200 produtos básicos congelados desde o início da pandemia. Além disso, o grupo também mantém a previsão de expansão para abrir 20 novas lojas da rede Atacadão ainda em 2020.

As redes Assaí e Pão de Açúcar, por exemplo, também não ficam atrás. Só neste mês, a primeira deve inaugurar quatro novas unidades. Chegando a um total de 19 em todo o Brasil até o final do ano. O plano de expansão do grupo Pão de Açúcar contempla cinco unidades e mais dez do Minuto Pão de Açúcar. Além disso, 50 reformas em lojas já existentes e/ou conversões.

Essas previsões mostram que alguns setores do varejo seguem se movimentando. E também incentivando o abastecimento das lojas, principalmente quanto às categorias tidas como essenciais para o consumo humano. A oportunidade pode ser muito boa também para dar maior visibilidade aos itens secundários. Além disso, às marcas próprias ou de linhas com valores mais acessíveis.

Estimule as vendas, faça ações promocionais ou solidárias na loja. Com isso você fideliza o cliente para que ele encontre na loja os itens da sua necessidade. E o melhor, sem sentir que pesa no bolso. O momento é muito bom para as vendas, mas a consciência solidária precisa ser coletiva!

Leia também:

Vinhos: cresce consumo na pandemia e marcas nacionais são impulsionadas
Dash Cart: carrinho de compras inteligente no varejo

Conteúdo Relacionado

compras
Varejo Alimentar

Compras e vendas x desafios da gestão comercial do varejo

28.setembro

Entender o processo de compras é fundamental para qualquer tipo de negócio. Por meio de uma gestão de compras eficiente é possível ter um estoque organizado, sem deixar faltar ou até mesmo vencer produtos. Além disso, evitar que sejam feitas compras desnecessárias, com itens de pouca saída ou mesmo de algo que ainda consta no […]

carrinho de compras em um supermercado
News

Em alta na pandemia: alimentação, higiene, farma e streaming

20.abril

O período de pandemia pelo qual o mundo passa alterou a rotina do comércio e de consumo da população. No Brasil, parte dos estabelecimentos funciona de forma parcial e são priorizados aqueles produtos e serviços tidos como “essenciais” para a sobrevivência humana. Neste novo cenário, algumas categorias vêm se destacando e passaram a ser priorizadas […]

Marketplace martins capa
News

Marketplace Martins é solução para o varejo nesta crise

27.março

Marketplace, já ouviu falar sobre isso? Calma, antes de entrarmos de fato neste tema, vamos refletir. Quem diria que um dia poderíamos comprar tudo em um único local, sem sair de casa e com poucos cliques? Quem diria que em uma espécie de shopping virtual pudéssemos ter acesso a milhares de marcas do nosso interesse […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *