O Twitter é uma das redes que mais resistem ao tempo e virou fonte de informação para centenas de milhões de usuários que acessam suas contas, diariamente, para saber o que está acontecendo no mundo e em tempo real. Também se tornou um canal importante para compartilhamento de informações entre empresas e clientes em todo o mundo.

Segundo a rede social, mais de 500 milhões dos chamados “tweets” são enviados todos os dias. Cerca de 66% dos usuários descobriram uma nova pequena ou média empresa pela rede social. 94% planejam comprar dessas empresas que seguem o perfil e outros 69% compraram por causa de algo que viram no Twitter.

O Portal Vitrine do Varejo separou algumas situações que justificam o porquê de ter uma conta na rede social e o quanto isso pode ajudar nos negócios, independente de qual segmento do varejo você faz parte. Veja abaixo:

 

1 – Reconhecimento

Criar uma conta no Twitter permite que os lojistas atraiam a atenção para a marca da loja e também aumente a visibilidade de marketing ao se comunicar com os seguidores. Por meio do Twitter Ads, é possível criar campanhas e aumentar ainda mais o alcance da conta, crescendo ainda o tráfego do site/blog. Com a segmentação do aplicativo, a loja consegue exibir anúncios para pessoas que tenham interesse na empresa.

2 – Atendimento facilitado

Os usuários costumam postar suas opiniões em relação a algo que vivenciam, usam ou tenham interesse em consumidor. É um ótimo filtro para que a loja possa se aproximar desse cliente e poder atendê-lo de forma rápida e facilitada. De acordo com a rede social, 85% dos usuários de PMEs responderam em pesquisa que acham importante que a empresa forneça suporte ao cliente no Twitter. Essa situação acaba melhorando a reputação da marca, bem como estabelece uma conexão com o cliente.

3 – Informalidade

Assim como em toda rede social, no Twitter os conhecidos memes também viralizam que é uma beleza. E agora com a possibilidade de postar gifs e imagens junto ao texto, os usuários estão cada vez mais consumindo e compartilhando por conteúdos divertidos. O Twitter favorece essa informalidade, que pode ser uma grande ajuda na hora de se aproximar do público-alvo. Tweets criativos e engraçados em referência ao negócio, mercado ou marca podem auxiliar a marca da loja chegar a mais pessoas.

 

4 – Hashtags facilitadoras

No Twitter também é possível inserir diversas hashtags e são elas que auxiliam na busca pelo assunto na rede. Seja um assunto do momento ou relacionado àquilo que se vende, a probabilidade de os usuários e potenciais clientes encontrarem seu perfil é grande. As hashtags também ajudam no filtro para o “trending topics”, que são os assuntos mais comentados naquele momento em todo Brasil ou mundo.

5 – Interatividade e conectividade

Mesmo que você não siga determinados perfis ou não é seguido por eles, é possível interagir com contas abertas. De acordo com a rede, essa é uma ótima forma de participar de discussões com influenciadores e especialistas do setor ou até mesmo de instigar o assunto para colocar a marca em evidência junto a perfis que são interessantes para se manter por perto. Interação no Twitter é tudo.

6 – Feedback

Como muitas pessoas estão no Twitter, a probabilidade de o lojista receber retornos e feedbacks sobre produtos ou conteúdos relacionados à marca é muito grande. A rede social é um canal aberto de contato com o cliente. Ainda que os comentários negativos ou de insatisfação possam surgir, já que na web ninguém está imune a isso, é importante que a loja mantenha uma ligação com os seus seguidores e clientes para sanar dúvidas e até melhorar os processos internos e produtos a partir das reclamações.

 

Sugestões de Leitura:

Instagram: 7 dicas pra dar mais visibilidade para sua página

Facebook: 8 dicas para tornar sua marca atrativa

Conteúdo Relacionado

crédito
News

Lojistas têm dificuldades em contratar crédito no Brasil, diz pesquisa

31.julho

A contratação de crédito por parte dos pequenos varejistas é uma realidade que, em muitas situações, precisa ser considerada para investir nos negócios. Contudo, o período econômico que ainda segue em recuperação lenta se torna um grande entrave. Uma pesquisa feita pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito […]

neoempreendedorismo
News

Neoempreendedorismo: como melhorar a experiência de compra do seu cliente?

29.julho

Já ouviu falar em neoempreendedorismo? É dentro deste conceito que parte um dos principais mecanismos para garantir uma experiência incrível de compra e a consequente fidelização do cliente à loja. Nos tempos atuais, os lojistas precisam se reinventar e inovar o tempo todo para acompanhar o ritmo dos consumidores, que digerem quase que em tempo […]

negócio
varejo

Planejamento do meu negócio: como crescer na correria do dia-a-dia?

23.julho

Como, em meio a tanto trabalho, posso criar um ritmo sustentável de crescimento para minha loja? Essa é uma dúvida muito comum entre empresários. Alguns buscam ajuda de consultores para encontrar respostas, o que também é muito efetivo, mas muitos podem encontrar várias respostas dentro da própria empresa. A resposta mais comum chama-se Planejamento Estratégico. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *