Acompanhar a movimentação do mercado em relação às tecnologias é importante para aliar o negócio às novidades e mostrar para o cliente que a loja busca por inovações para oferecer os melhores produtos, bem como as melhores experiências ao consumidor. Por isso, fomos atrás das principais tendências do setor e já debatidas neste primeiro mês de 2020 para mostrar a você, varejista, o que está por vir e o quê já deve ser uma realidade para o seu estabelecimento.

Sua loja acompanha o boom do mercado digital?

O comércio eletrônico vem comandando as estatísticas de crescimento de vendas e atraindo cada vez mais consumidores que querem agilidade, garantia de qualidade, porém comprando com confiança e praticidade.
Uma pesquisa feita Nuvemshop e divulgada no último ano comprovou que os varejistas brasileiros com lojas na plataforma digital de lojas virtuais fizeram no ano passado 2.028.827 vendas, ou seja, quase 80% mais que em 2018 e um faturamento estimado em R$ 457,7 milhões. O que chama a atenção é que uma boa fatia dessas vendas (22%) foi feita pelas mídias sociais.

As redes sociais já foram apontadas pela Ebit como o segundo fator influenciador de compra para os brasileiros, ficando atrás apenas dos sites de busca como o Google.

Outra tendência de que estar na internet é preciso vem diagnosticado pela consultora PwC, que assegura que metade da população brasileira compra ao menos uma vez via dispositivos móveis. A previsão é de que, até o fim do ano, o Brasil atinja a marca de 107 milhões de usuários de smartphones e tablets.

Leia também: Curva ABC: 7 dicas práticas e simples de precificação

Leia também: 2020: tempo de apostar mais na criatividade

Tendência mundial

Em janeiro também foi realizada a feira NRF 2020, nos EUA, revelando novidades do varejo global. Um dos assuntos tratados foi o uso das tecnologias, como inteligência artificial, para personalizar o atendimento. Isso quer dizer que vai ser cada vez mais comum identificar o perfil do cliente, a partir da utilização consciente de dados, para conseguir fidelizá-lo.

Essa situação já pode ser bastante usual no varejo alimentar digital já que, com base na compra e consumo do cliente, dá para identificar as preferências, a rotina alimentar dele e conseguir selecionar os produtos ideais para uma próxima compra.

Compras por assistentes virtuais: a nova voz do varejo

Um tema que também ganhou mais destaque nas últimas semanas foi a compra por comando de voz (assistentes virtuais). Algo que já está bem próximo da realidade dos brasileiros e pode ser uma forte tendência para a nova década.

O comércio de voz já é aplicado por grandes marcas como a Amazon, Magazine Luiza e o Walmart, que já se apoiam no Google Assistant para vender inúmeros produtos utilizando o sistema operacional Android de smartphones em todo o mundo.

A PwC estimou que 10% dos consumidores brasileiros já usam os assistentes virtuais para realizar compras online semanalmente. O E-Commerce Brasil ainda reforça que 15% das pesquisas no Google já são feitas via comando de voz. A expectativa é que até o fim do ano o percentual chegue a 50%.

Saia da caixinha

Se você ainda não usa as novas tecnologias a favor das vendas e dos processos internos de gerenciamento é hora de repensar a rotina. Se seu negócio está sendo pensado apenas no tradicional atendimento de balcão ou nas ações promocionais com foco exclusive no ponto de venda, reveja esse conceito para acompanhar as tendências e seguir firme no mercado e junto à concorrência.

Saia de dentro da caixinha e comece a planejar como essas inovações, que podem agregar muito ao negócio e aos objetivos da sua loja.

Conteúdo Relacionado

Turnover no varejo
News

Turnover no varejo: como reduzir os impactos na loja

28.janeiro

A alta rotatividade de funcionários pode se tornar um problemão para a empresa. Seja por demissões ou por pedidos de demissão, o chamado turnover impacta grande parte do varejo e acaba sendo uma tarefa difícil para driblá-lo. Os varejistas acreditam que na maioria dos casos o que mais pesa na insatisfação dos colaboradores é a […]

2020
Varejo Alimentar

2020: tempo de apostar mais na criatividade

09.janeiro

Passa ano, chega ano e todo mundo alimenta melhores expectativas, não é mesmo? No comércio varejista também é assim. Em 2019 a economia ainda se recuperava e o ano de transição política deixou um pouco a desejar, frustrando as estimativas dos lojistas. E para 2020? O que esperar? Especialistas do setor econômico apontam crescimento no […]

Hands holding credit card and using laptop. Online shopping
News

Demanda por crédito fecha 2019 com alta

26.fevereiro

O percentual de consumidores que recorreram ao crédito em 2019 cresceu 4% em relação ao ano anterior, mostrando que a economia brasileira ainda avança a passos lentos. Os dados são da empresa Boa Vista e foram divulgados no último mês durante o levantamento de Demanda por Crédito do Consumidor. Os segmentos que compõem o indicador […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *