Fritadeiras e aspiradores de pó levaram o segmento de eletroportáteis para o top 5 da Black Friday 2021. Segundo a consultoria Neotrust, a categoria ficou em quarto lugar no e-commerce nacional entre os dias 25 e 26 de novembro. Esses são os primeiros resultados da Black Friday 2021.

A Neotrust monitorou as vendas online durante 48h e disponibilizou os dados na página Hora a Hora. Por ser uma das melhores datas para o varejo, o desempenho da Black Friday contém importantes indicadores de mercado. Dessa forma, os resultados da Black Friday ajudam os lojistas a reajustarem expectativas para os próximos meses.

Os 5 mais vendidos

Conforme a Neotrust, o primeiro lugar em número de vendas ficou com Moda e Acessórios. Na sequência, estão Beleza e Perfumaria (2º), Telefonia (3º), Eletroportáteis (4º) e Eletrodoméstico” (5º).

Em pesquisas anteriores, a intenção de compra para o período se concentrava em outros setores. Calçados, alimentos e eletrônicos, por exemplo, estavam na frente dos eletroportáteis.

No entanto, no ranking de faturamento há uma mudança de cenário. Telefonia lidera a lista de vendas. A seguir aparecem eletrodomésticos, eletrônicos, informática e móveis.

Perfil do consumidor

Ainda conforme a consultoria, os resultados da Black Friday em relação a faixa etária que mais comprou tem entre 26 e 35 anos (34,96%). Esse grupo é seguido de perto por consumidores entre 36 e 50 anos (33,95%).

Quanto ao gênero, as mulheres representaram 57% de participação nas compras. Além disso, o ticket médio nacional cresceu 6,4% em relação à Black Friday 2021, ficando em R$ 711,38.

O levantamento também mostra que o cartão de crédito seguiu como a forma preferida de pagamento. Já o boleto bancário perdeu espaço. Enquanto isso, os meios digitais cresceram na preferência do consumidor. A análise é da diretora de Inteligência da Neotrust, Paulina Gonçalves Dias.

“PIX e carteiras digitais ganharam espaço. O PIX, entretanto, não teve a performance esperada. Isso pode estar relacionado à data da Black Friday, já no final do mês, o que tem um impacto no bolso do consumidor para compras à vista”, avaliou a executiva à agência ADNews.

Baixo desempenho

Outro aspecto apontado pela Neotrust diz respeito ao desempenho comercial do período. Embora tenham crescido 5,8% nos dois dias analisados, as vendas na Black Friday 2021 ficaram abaixo da expectativa.

De acordo com o balanço, o faturamento ficou em pouco mais de 5,4 bilhões. A princípio, estimava-se que as vendas poderiam chegar a R$ 6,1 bilhões.

Em volume de vendas, o resultado ficou 0,5% abaixo do contabilizado no ano passado. Segundo a consultoria, houve registro de 7,6 milhões de pedidos.

Na avaliação do Bradesco BBI, os dados indicam uma Black Friday “decepcionante”.

Nova realidade

Contudo, o diretor de e-commerce da NielsenIQ|Ebit, Marcelo Osanai, tem outra percepção do cenário. À revista Exame, ele disse que os resultados da Black Friday ficaram dentro do esperado. Parte do crédito deve-se à Black antecipada por parte do comércio.

Conforme levantamento da consultoria, o faturamento do varejo aumentou na semana anterior à data.

“Neste ano, as promoções começaram mais cedo. Houve crescimento de 31% nos sete dias de esquenta Black Friday”, afirmou em referência ao período de 18 e 24 de novembro.

O diretor também ponderou que os números podem refletir a atual retomada das atividades físicas.

“No ano passado, as vendas subiram 25% em um cenário em que as lojas físicas estavam todas fechadas e a opção para o consumidor era o comércio eletrônico. Agora, com maior controle da pandemia, crescer 5% em cima de uma base que se expandiu bastante no ano anterior pode ser considerado, sim, um bom resultado para o setor”, afirmou.

Gostou desse conteúdo? Se inscreva na nossa newsletter e receba conteúdos como este gratuitamente e em primeira mão!

Leia também:

Experiência do cliente deve ditar tendências de consumo em 2022
Com 13º salário, consumidores se preparam para as compras de Natal

 

 

 

Conteúdo Relacionado

descontos-black-friday
News

Descontos na Black Friday: desejo é que percentual seja acima de 40%

17.novembro

A Black Friday está chegando e o Esquenta para a data já é realidade em muitos estabelecimentos. Com a melhora no cenário da pandemia, a expectativa para o período neste ano é bastante alta, principalmente em relação aos descontos na Black Friday. Se, entre os lojistas, há quem fale em faturamento 25% maior, entre os […]

black-friday-tag-de-preco
News

Vestuário e celular lideram tendência de compras na Black Friday 2021

09.novembro

O comércio de roupas pode se destacar na Black Friday 2021. É o que aponta a pesquisa encomendada pelo Google à consultoria Ipsos. Segundo o levantamento, o setor de vestuário lidera o cenário de tendência de compras com 62% das intenções de compra. Logo na sequência do ranking estão celulares (40%), livros e papelarias (38%), […]

black friday sale 3d banner
News

Consumidores pretendem antecipar presentes de Natal na Black Friday 2021

01.novembro

A Black Friday 2021 promete superar o bom desempenho que a data teve em 2020, quando somente as vendas por e-commerce somaram R$ 7,6 bilhões. A pesquisa anual da agência de marketing digital Conversion, sobre a relação dos consumidores com a data, aponta que a intenção de compra para a edição 2021 é 14,7% maior […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *