Um estudo desenvolvido com varejistas pela Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e o Laboratório de Inovação do Varejo (ProVA) apresentou a percepção de que os empresários reconhecem a importância de inserir inovação no negócio, mas que os desafios ainda são muitos.

As entrevistas foram realizadas com varejistas do setor da construção civil, vestuário e supermercados. Destes, 50% contam com loja física e online. Outros 42% ainda contam somente com a loja física e o restante apenas e-commerce.

Percepção dos varejistas quanto ao tema inovação

Entre as principais impressões observadas no estudo está a de que os lojistas compreendem que é necessário estar sempre atualizado e bem informado das novidades. Só que o problema está na velocidade que essas mudanças ocorrem, gerando ansiedade no setor devido à dificuldade de acompanhá-las. Outro ponto negativo seria o custo, uma vez que acreditam que inovar custa caro e dá trabalho.

Presidente da ABDI fala sobre o tema inovação

“As novas tecnologias e o mundo digital desafiam o varejo a evoluir seu modelo de negócio, integrando canais físicos e digitais incorporando inovação e cultura digital nos projetos no seu dia a dia e na jornada dos consumidores. Há uma necessidade crescente de aprimorar conhecimentos e incorporar novas tecnologias, buscando melhorias na gestão e nas vendas”, destacou o presidente da ABDI, Guto Ferreira.

Canais digitais

O e-book publicado pela entidade com os resultados do estudo ainda trazem a relação ao uso das tecnologias e canais digitais. 21% dos entrevistados entendem que ser digital é estar presente nas redes sociais, enquanto que 11% não têm canal online, não têm e-commerce e nem pretendem ter.

Outros 14% varejistas disseram que fazem parcerias com startups e outros fornecedores para terem mais presença digital. Para acompanhar mudanças e tendências, 25% informaram que buscam tendências no exterior, buscam compreender a mudança do consumidor (11%) e mudam a estratégia do negócio de acordo com mercado e tendências (7%).

Influência das redes sociais pode ser peça-chave para o varejo

RESUMO EM TÓPICOS

• Varejistas ainda veem desafios para investir em inovação: custa caro e dá trabalho;

• O principal fator de inovação, de acordo com os varejistas, é a digitalização: redes sociais, e-commerce, parcerias com startups, tendências internacionais e comportamento do consumidor.

 

Conteúdo Relacionado

News

5 Dicas para melhorar a gestão de categoria da sua loja

05.março

Fidelize clientes e reduza custos de operação. O gerenciamento de categorias deve constar entre as prioridades da loja para facilitar o processo de compra do cliente e impulsionar os lucros, transmitindo a mensagem de organização.

News

Consumidor não se importa de ter padrão de compras monitorado pelo varejo

27.fevereiro

A pesquisa anual Global Consumer Insights, realizada pela PwC no ano passado, trouxe os novos comportamentos do consumidor diante ao cenário de um varejo cada vez mais digitalizado.

News

4 dicas para planejar sua vitrine e atrair mais clientes

25.fevereiro

Nem sempre a decoração ou um planejamento mais assertivo da vitrine é prioridade para os lojistas.  Acontece que esse pensamento precisa ser mudado já que a vitrine é o cartão de visitas da loja e, em muitas situações, pode ser sinônimo de atração de novos clientes e aumento no faturamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *