O cenário de incertezas políticas e econômicas deixou o consumidor brasileiro mais cauteloso na hora de efetuar suas compras. Com isso, eles passaram a ficar mais abertos a experimentações e troca de marcas, além de ter uma percepção maior sobre promoção.
Isso é o que revelou um novo estudo da Nielsen sobre o perfil de consumo no País. O “Painel de Consumidores” demonstrou que, em 2019, as famílias brasileiras apresentam comportamento de compra mais confiante.

 

Motivos que impactaram mudanças no varejo

O relatório é feito em mais de 8,2 mil residências de diversas regiões do país e de todos os perfis demográficos. Os indicadores econômicos demonstram aumentos em relação a 2018 no PIB (2,01%), no IPCA (3,89%), no índice de Confiança do Consumidor e até na taxa de desemprego, que já apresentou queda de 11,9% para 11,6% no último quadrimestre do ano.

Tudo isso acaba impactando positivamente na melhora do varejo, ainda que os consumidores remodelaram as prioridades de compra. O estudo comparou ainda que a ida aos pontos de venda aumentou 2,1% entre 2017 e 2018. O número de itens por viagem ao comércio também aumentou (3%).

 

Consumidor não se importa de ter padrão de compras monitorado pelo varejo

Consumidor pesquisa e pechincha mais antes de concluir a compra

 

Canais x promoção

A percepção de promoção em reais foi de 0,8%, tendo aumentado em 65% das categorias. Por sua vez, os canais que mais apresentaram aumento na percepção de promoção foram farma e perfumaria (2,5%), lojas de vizinhança (1,8%) e hipermercados (1,3%).
O gasto por viagem foi maior em atacarejos (5%), supermercados (3%) e comércio de bairro (2%). Todos os canais tiveram alta no número de idas aos pontos de venda.

 

Consumidores mais conscientes

Ainda de acordo com a Nielsen, os brasileiros mudaram os hábitos de consumo para se adequarem à nova realidade. Isso quer dizer que eles estão mais conscientes e o varejo precisa se atentar para suprir as novas necessidades.
O estudo apontou que 42% dos brasileiros mudaram os hábitos por causa da preocupação em preservar o meio ambiente. Outros 35% buscaram consumir produtos orgânicos e 38% reduziram o consumo de alimentos industrializados.

Conteúdo Relacionado

Dia das crianças
Varejo Alimentar

Dia das Crianças: É hora de preparar a loja, como está a sua?

04.setembro

Existe sensação melhor que a de esperar pelas vendas de uma data importante com sua loja totalmente preparada? O mês de outubro já bate à porta e com ele chega o Dia das Crianças, uma das datas sazonais mais expressivas para as vendas durante o segundo semestre. Mas se você ainda não está em dia, […]

tecnologia
varejo

Tecnologia marca avanços do varejo: De olho no mercado

26.agosto

A grande peça-chave do mercado está no uso das novas tecnologias, para perceber isso basta fazer um compilado das principais notícias veiculadas sobre o varejo nas últimas semanas. Chegamos em um patamar onde não dá para ignorar que os avanços das plataformas digitais estão diretamente ligados aos resultados positivos do mercado varejista. Utilizar a tecnologia […]

comunicação
varejo

Comunicação da sua loja: 6 dicas para melhorá-la

21.agosto

O sucesso nas vendas nunca está relacionado apenas ao lucro ou a quantidade de itens vendidos. A loja precisa ter uma comunicação assertiva para poder atrair a atenção dos clientes, bom relacionamento com o público, fornecedores e se destacar dos concorrentes. A comunicação vai desde ações de publicidade até a mudança no ambiente da loja […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *