No primeiro trimestre deste ano, o pagamento por meio de cartão por aproximação teve um salto expressivo no mercado. Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), passou de R$ 708 milhões para R$ 3,9 bilhões. Este aumento representa mais de 450% no comparativo com o mesmo período do ano anterior.

A modalidade de pagamento por cartões de crédito e débito tem sido cada vez mais usual entre os consumidores brasileiros. Com a pandemia da Covi-19, o método também vem sendo um dos mais disseminados. E o motivo é que a tecnologia evita o contato com superfícies que possam gerar infecção pelo novo coronavírus.

Segundo o diretor-executivo da Abecs à Agência Brasil, Ricardo Vieira, a ferramenta já vinha ganhando espaço. Mas, a pandemia contribuiu para o aumento e impulsionou a modalidade que deve continuar sendo tendência no País.

“Ela vem crescendo por diversos fatores. A pandemia incentiva esse tipo de uso porque fica com mais higiene, não há contato com máquina. Acreditamos que vai continuar crescendo muito fortemente porque no mundo pós-pandemia vamos acabar incorporando hábitos adquiridos neste período”, comentou Vieira.

Conhece sobre QR Code, outra forma de pagamento? Clique aqui

Funcionalidade e praticidade

Os chamados “cartões contactless” se utilizam da tecnologia NFC, sigla da palavra em inglês Near Field Communication. Que significa comunicação por campo de proximidade.

Essa tecnologia permite a comunicação entre dois dispositivos com uma distância máxima que não ultrapassa 10 centímetros. Isso quer dizer que as informações entre eles são transmitidas sem precisar de contato ou senha do cartão.

Dependendo do valor da compra, o serviço de pagamento demandará a senha pessoal do cartão de crédito. Geralmente as empresas de cartões liberam o procedimento por aproximação, sem contato direto com as máquinas, para compras com limite de até R$ 50 ou R$ 100. Com isso, não há a necessidade de digitar a senha, por exemplo, evitando zero contato com as maquininhas.

Riscos X benefícios desse pagamento

Entre as vantagens de se usar a tecnologia estão o risco de dano e desgaste menor ao cartão, mais agilidade no pagamento e diminuição das chances de um alguém mal-intencionado trocá-lo por outro para cometer fraude.

Por outro lado, muito se discute sobre a segurança do dispositivo que já vem sendo alvo de golpes. No Carnaval deste ano, foi emitido um alerta sobre a possibilidade de criminosos estarem aproximando maquininhas do cartão do usuário, para debitar valores sem o consentimento e sem compra efetuada.

Mas as empresas defendem que a possibilidade é muito pequena uma vez que é preciso ter uma aproximação bem direta (entre 3 a 4 centímetros) para conseguir concluir a transação.

Além disso, se limita o valor justamente para coibir essas fraudes. Caso o cartão seja roubado ou furtado, as empresas estão determinando um limite também para débitos sequenciais diários. A Nubank, por exemplo, que foi uma das instituições pioneiras com a tecnologia, informou que seu limite é de até cinco operações sem senha por dia.

Outra questão importante é que o risco de clonagem é baixo porque as transações por contactless não transmitem informações completas sobre o usuário ou do cartão, como dados pessoais e o código de verificação.

Leia também:

Tributos: cobrança permanece suspensa
Medidas de prevenção afastam riscos de incêndios

Conteúdo Relacionado

pix
News

PIX: uma nova perspectiva de pagamento no varejo

17.setembro

Prevista para entrar em atividade no dia 16 de novembro, mas já com cadastro disponível a partir do próximo mês, a ferramenta PIX promete facilitar as transações para pagamentos no Brasil. O que poderá beneficiar diretamente a relação consumidor versus varejo. O sistema brasileiro, desenvolvido pelo Banco Central, vai permitir a realização de transferências monetárias […]

Man Checking Symbol On Fire Extinguisher
News

Medidas de prevenção afastam riscos de incêndios

18.julho

Os registros de incêndios estruturais têm aumentado a cada ano, segundo estudo do Instituto Sprinkler Brasil feito por meio do monitoramento diário de notícias de ocorrências dessa natureza no Brasil. Em 2019, foram 866 ocorrências, representando alta de 63,1% em relação a 2018, quando foram capturados 531 registros. Ainda de acordo com o instituto, entre […]

Depositphotos-39915863-l-2015
News

Ferramenta do Google traz tendências de buscas no varejo

16.julho

Os varejistas agora passam a contar com uma ferramenta eficiente para saber como o consumidor está se portando nas plataformas online. O Google lançou no Brasil uma página que revela as principais tendências de consumo do varejo brasileiro. A plataforma fornece relatórios para o setor sobre as principais buscas de produtos e compartilha insights que […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *