Marketplace, já ouviu falar sobre isso? Calma, antes de entrarmos de fato neste tema, vamos refletir.

Quem diria que um dia poderíamos comprar tudo em um único local, sem sair de casa e com poucos cliques? Quem diria que em uma espécie de shopping virtual pudéssemos ter acesso a milhares de marcas do nosso interesse e fechar uma única compra ao mesmo tempo? Parecia surreal se hoje o chamado marketplace não fosse um dos modelos de negócio mais usuais do e-commerce mundial.

O marketplace nada mais é que um shopping center virtual onde, em um mesmo site, várias empresas se unem para poder comercializar seus produtos ao consumidor que tem preferências pela praticidade e facilidade na experiência de compra.

Pioneiro no ramo atacadista-distribuidor, o Grupo Martins entra para esse cenário pleiteando a casa dos mais 9 mil produtos de 80 empresas parceiras (sellers), além dos 21 mil itens já distribuídos pelo Martins de multinacionais como Alpargatas, Samsung, e Unilever. Todo esse mix à disposição para atender a demanda dos varejistas de todo o País, ainda mais em tempos de crise como agora em virtude pandemia de Covid-19.

Sem sair de casa ou da loja, você, varejista, pode comprar pelo marketplace do Martins a qualquer hora do dia, com toda comodidade, segurança e com a expertise de quem entende do pequeno e médio varejo há 66 anos.
Fazer suas compras online neste momento é sinônimo de prevenção, já que o país todo está nesta corrente do bem buscando um único objetivo que é evitar que o vírus se espalhe. Fazer suas compras online neste momento significa manter os estoques abastecidos e evitar que falte algo na mesa do brasileiro.

“A venda online é uma alternativa para que nossos clientes consigam realizar suas compras e garantir o abastecimento nesse período de isolamento social. Muitos dos varejistas ainda não têm conhecimento que podem fazer esse processo. Por isso, estamos instruindo os 4,5 mil representantes que visitam os nossos clientes a ensiná-los como comprar pelo marketplace, e o mais importante é que garantimos a comissão das vendas para a nossa força de vendas”, disse Thiago Perin, Comercial Marketplace B2B/B2C do Martins.

Marketplace B2B

O marketplace do Martins iniciou as operações ao final de 2018 e, em um ano de criação, já era responsável por 25% do faturamento do grupo e estima um crescimento de mais 5% para este ano. São 350 mil varejistas cadastrados na plataforma. Desse total, cerca de 98 mil já compraram pelo marketplace do Martins, cujo investimento na plataforma foi na ordem de R$ 15 milhões.

“Há no mercado alguns marketplaces de nichos para CNPJs, mas com o mix tão abrangente podemos dizer que o Martins é diferente. Temos produtos para atender todo o pequeno e médio varejo de todos os segmentos. Tendo um CNPJ terá o que comprar no nosso marketplace. Existem também algumas plataformas para venda direta ao consumidor final que estão replicando o modelo para venda ao varejista. Nós nascemos atendendo o pequeno e médio varejo e entendemos que são perfis completamente diferentes”, destacou Thiago.

O público-alvo é destinado a portadores de CNPJs de qualquer segmento varejista. A variedade de itens, desde alimentos, produtos de limpeza e higiene pessoal a eletro, faz com que o Martins concentre em sua plataforma uma gama enorme de clientes, principalmente, os do varejo alimentar, farma, lojas de produtos agroveterinários, de material de construção, eletrônicos, telefonia, informática, entre outros.

Uma das principais vantagens de se comprar pelo marketplace do Martins é a precificação até 2% abaixo dos valores praticados no mercado presencial. Além disso, há inúmeras possibilidades de pagamento para os clientes.

“Esse canal atende o varejista para abastecer a loja como também comprar para o consumo próprio de uma forma online, 24h, e com toda comodidade e conveniência. Além disso, tem acesso a todos os serviços financeiros que o grupo oferece, ou seja, da mesma forma que ele uma compra com boleto a prazo pelo representante comercial, fazendo suas compras com frequência através do martins.com.br ele também terá acesso a limite de crédito para fazer compras. Assim como ele pode também usar o cartão super empresarial, potencializando ainda mais os benefícios que têm ao comprar por esse canal”, disse Eduardo Souza Pimentel, Gerente de e-commerce do Martins.

Vamos às compras pelo marketplace?

O varejista pode usar o marketplace do Martins de duas formas. A primeira é pesquisando item por item e adicionando ao “caminhão” de compras virtual, aba adaptada no portal do conhecido “carrinho de compras”.
Já a segunda opção possibilita que o varejista integre o sistema da sua loja ao sistema da plataforma. Dessa maneira, os clientes têm acesso a uma ferramenta que fornece insights baseados na região e estoque como, por exemplo, alertas para reposição de produtos, dificuldades na saída de determinados produtos e alertas de preços da concorrência.

É mais do que praticidade e benefícios para comprar. É ter uma consultoria virtual quase que instantânea para aprimorar melhor o negócio e saber comprar com qualidade, livre de prejuízos.

“O marketplace permite que eu coloque dentro dele o estoque dos parceiros e eu fico responsável por fazer a intermediação, que é trazer o cliente que precisa de uma compra ligando esse parceiro a esse cliente, uma vez que ele compra e a etapa de entrega é de responsabilidade do seller. É uma tendência que veio pra ficar e o Martins sai na frente com essa iniciativa”, finalizou Eduardo.

Acesse www.martins.com.br para conhecer o shopping virtual mais completos do Brasil no ramo atacadista-distribuidor.

E se quer ser mais um seller (parceiro) do marketplace Martins, clique aqui.

Leia também:

Em tempos incertos, o varejo sempre se reinventa

Atendimento ao cliente e suas tendências no varejo

Conteúdo Relacionado

ovo-auxilio-emergencial-app
News

Novo auxílio emergencial começa a ser pago… e o varejo?

09.abril

A novo auxílio emergencial começou a ser pago pelo governo federal na última terça-feira (6). E sempre que o governo injeta novos benefícios à economia, o varejo naturalmente se beneficia. Embora essa expectativa seja inevitável, há de se considerar que desta vez o valor é bem inferior às primeiras fases do auxílio e vai abranger […]

carrinho de compras em um supermercado
News

Em alta na pandemia: alimentação, higiene, farma e streaming

20.abril

O período de pandemia pelo qual o mundo passa alterou a rotina do comércio e de consumo da população. No Brasil, parte dos estabelecimentos funciona de forma parcial e são priorizados aqueles produtos e serviços tidos como “essenciais” para a sobrevivência humana. Neste novo cenário, algumas categorias vêm se destacando e passaram a ser priorizadas […]

tecnologias
News

Tecnologias de mãos dadas com as vendas

04.fevereiro

Acompanhar a movimentação do mercado em relação às tecnologias é importante para aliar o negócio às novidades e mostrar para o cliente que a loja busca por inovações para oferecer os melhores produtos, bem como as melhores experiências ao consumidor. Por isso, fomos atrás das principais tendências do setor e já debatidas neste primeiro mês […]

Um comentário em “Marketplace Martins é solução para o varejo nesta crise

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *