A higienização no PDV e diversos outros cuidados dentro da loja passaram a ser mais do que uma obrigatoriedade para o varejo. É uma questão de saúde pública e necessidade. Com o abre e fecha do comércio como medidas restritivas para enfrentamento da Covid-19, o cuidado com os funcionários e os consumidores precisa começar do básico: a higienização.

Já passamos mais de um ano da pandemia e as regras ainda precisam ser cumpridas, especialmente agora quando se discute mais de 10 novas variações do novo coronavírus.

Todo cuidado é pouco e a prevenção também precisa partir do varejo. Por quê? Porque a saúde do seu negócio também vai depender da sua saúde de todos os que frequentam o seu estabelecimento.

Sabemos que o vírus é transmitido por três formas:

  1. Por meio de gotículas de saliva eliminadas no ar quando a contaminado espirra, tosse ou fala. Por isso o uso de máscara dentro da loja se faz tão necessário;
  2. Por meio do contato físico quando essas gotículas alcançam os olhos, nariz ou a boca;
  3. Por meio de contato das mãos e rosto com superfícies contaminadas. E é aí que a higienização no PDV se faz tão importante.

A limpeza da loja, higienização no PDV, dependendo do segmento, tem várias etapas a serem seguidas e produtos a serem utilizados para garantir uma sanitização satisfatória e de fato preventiva para evitar a propagação do coronavírus entre os que circulam no ponto de venda. Vamos a algumas dicas importantes.

Álcool 70%

Em gel ou líquido, o álcool 70% deve acompanhar a rotina da loja desde a entrada, para a prevenção dos clientes com a higienização das mãos, até internamente para os cuidados entre os funcionários.

O produto também deve ser utilizado para a limpeza de superfícies em geral e equipamentos como telefones, computadores, teclados, caixas, balança, mesas etc. É recomendável que essa esterilização ocorra com pelo menos de 2 em 2 horas.

Desinfetantes

No caso de solo e superfícies amplas como balcões, a esterilização pode ser feita com desinfetante que tenha cloro ativo ou alguma solução de hipoclorito de sódio 2% pelo menos duas vezes ao dia.

Os utensílios utilizados nessa limpeza também devem ser separados dos demais e limpos em uma área específica. Esfregão e vassouras devem ser esterilizados com desinfetante contendo cloro e deixados de molho por cerca de 30 minutos antes do enxágue.

Ar-condicionado

Se a loja contém sistema de refrigeração condicionado, a limpeza dos filtros de ar deve ser ainda mais regular. De preferência, a empresa que presta o serviço de manutenção aos equipamentos deve ser acionada para fazer a devida higienização.

Cestos e carrinhos de compra

No caso de supermercados e demais segmentos do varejo que trabalham com o autosserviço, a atenção para cestos e carrinhos de compras precisa ser redobrada. A limpeza das barras e alças deve ser feita com o álcool 70% ou diluição de hipoclorito a cada novo cliente.

Estacionamento

E se a loja conta com sistema de cancela nos estacionamentos, o ideal é que se higienize com frequência as entradas e botões para acesso. Portanto, caso não seja possível, o ideal é suspender o serviço de cancela para evitar o contato direto dos clientes com o equipamento.

Outras recomendações

Nas áreas de vendas e grande circulação de pessoas, a higienização deve ser constante, a depender do fluxo da loja. O dispenser com álcool, por exemplo, é indispensável em diversos pontos da loja.

Pia com sabão disponível para o consumidor também é uma ótima ideia. A limpeza em áreas como corrimões, bebedouros, maçanetas e maquininhas de cartão deve ser constantemente priorizada.

A rotina de higienização precisa ser habitual nos tempos de pandemia para que o comércio não se torne um canal efetivo da propagação do novo coronavírus.

Importante ainda que a loja afixe material com as orientações de distanciamento social. Além disso, informar ao consumidor sobre as medidas que estão sendo adotadas pela loja para a segurança dele.

Por fim, acesse o Flix do Varejo e confira os materiais gratuitos relacionados ao enfrentamento à Covid-19. Basta se inscrever na plataforma para ter acesso aos conteúdos.

Gostou do que leu? Aproveite para assinar a nossa newsletter e receber notícias em primeira mão.

Leia também:

Novo auxílio emergencial começa a ser pago… e o varejo?

Conteúdo Relacionado

Recuperação
News

Recuperação pós-crise: conheça os cenários de retomada da econômica

28.julho

Com a realidade de uma eventual cura para a Covid-19 ainda distante, muitas dúvidas aumentam em relação à recuperação econômica mundial. E no Brasil, as expectativas não fogem muito das incertezas, ainda que existam estimações sendo traçadas para a recuperação após a crise ocasionada pela pandemia. A projeção oficial do governo federal é de que […]

depositphotos
News

Comportamento do consumidor: novas formas de compras e de consumo

09.julho

O “novo normal” levou o consumidor brasileiro a se adaptar à atual realidade do varejo em razão do isolamento social incentivado pelas autoridades como medida para o enfrentamento do novo coronavírus. Análises desenvolvidas pela empresa de tecnologia mundial Criteo demonstram qual é o novo comportamento do brasileiro e como os lojistas precisam se atentar a […]

Map with Destination Point and Route Tracking Vector Illustration
News

Como a geolocalização pode ajudar sua loja no pós-pandemia

27.abril

Aqui mesmo no Portal Vitrine do Varejo foi falado sobre a importância que a geolocalização tem para o varejo a fim de atrair cada vez mais os consumidores para dentro das lojas. Agora é o momento de falar como essa ferramenta vai beneficiar o mercado no período pós-pandemia. O recurso auxilia na localização geográfica dos […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *