Aqui mesmo no Portal Vitrine do Varejo foi falado sobre a importância que a geolocalização tem para o varejo a fim de atrair cada vez mais os consumidores para dentro das lojas. Agora é o momento de falar como essa ferramenta vai beneficiar o mercado no período pós-pandemia.

O recurso auxilia na localização geográfica dos potenciais consumidores via dispositivos móveis e até imóveis, desde que tenham GPS, e passou a ser um grande suporte para direcionar as ações de marketing digital.

Com propagandas mais direcionadas, há a possibilidade do seu comércio aparecer nos rastreamentos entre os mais próximos à localização em que o shopper está.

As mudanças de hábitos de consumo com a pandemia sinalizam um novo comportamento e já dão sinais do que podemos esperar para o período de novo normal. A proximidade do público com o campo digital abriu portas para novas experiências de marketing, que acabam sendo mais práticas e com menos custos para o varejista.

De portas abertas às novas experiências

Ainda que o varejo online se sobressaia neste cenário, as lojas físicas seguirão como ponto chave nas preferências de compra. Já está sendo necessário ampliar as vendas para o âmbito virtual e, após a pandemia, as duas modalidades de varejo precisarão falar a mesma língua.

Por isso que tanto se fala em expandir o varejo focando em melhores experiências para o consumidor. De acordo com o Google, 57% dos brasileiros disseram que vão continuar ou retomarão as compras no PDV. A grande questão é que o consumidor está buscando cada vez mais otimizar a locomoção até o comércio, daí a preferência pelas lojas de bairro.

A Ipsos detectou em pesquisa que 66% dos consumidores brasileiros estão consolidando as saídas para as compras. Outros 57% responderam dar preferência ao comércio local, representando um percentual de 6% inferior de distância percorrida até o mercado. Isso quer dizer que o consumidor está de fato andando menos para comprar.

Geolocalização como parceira das compras

A preocupação com as medidas sanitárias e o distanciamento social também fizeram que 71% dos brasileiros preferissem usar carro a transporte público. O carro então passou a ser fundamental na rotina e, como antes, um dos principais pontos de onde as pessoas pesquisam endereços.

Ainda de acordo com a pesquisa da Ipsos, depois da pandemia, 64% dos brasileiros responderam que vão optar por destinos próximos de casa, 61% por viagens de carro, 59% querem evitar grandes cidades e destinos lotados e 50% vão preferir viajar para destinos nacionais.

Os aplicativos de geolocalização então passam a ter ainda mais utilidade para o consumidor que busca agilidade para poder ficar o menor tempo possível fora de casa. O Waze, por exemplo, tem 44% das navegações ligadas a atividades de consumo.

Por meio do chamado Destination Marketing, a ferramenta do Google já dispõe de recursos que informam sobre a abertura de lojas, horários de funcionamento e protocolos de atendimento, podendo indicar ao consumidor qual o melhor lugar para ele comprar nas proximidades.

Pense nessa estratégia e coloque a sua empresa nas principais plataformas de geolocalização.

Leia também:

Maioria dos consumidores já compra pelo WhatsApp
Dia das Mães se aproxima com expectativa boa de vendas

Conteúdo Relacionado

Retail marketing channels E-commerce Shopping automation concept on blurred supermarket background
News

Omnichannel consolidado em tempos de pandemia

02.setembro

A integração entre varejo físico e online já era uma realidade para grande parcela das empresas varejistas no Brasil. Com exceção dos pequenos negócios, que ainda enfrentavam maior resistência para compreender o alcance da modalidade omnichannel. Ocorre que com a necessidade de isolamento social, imposta em razão da pandemia da Covid-19, o lojista se viu […]

depositphotos
News

Comportamento do consumidor: novas formas de compras e de consumo

09.julho

O “novo normal” levou o consumidor brasileiro a se adaptar à atual realidade do varejo em razão do isolamento social incentivado pelas autoridades como medida para o enfrentamento do novo coronavírus. Análises desenvolvidas pela empresa de tecnologia mundial Criteo demonstram qual é o novo comportamento do brasileiro e como os lojistas precisam se atentar a […]

carrinho de compras em um supermercado
News

Em alta na pandemia: alimentação, higiene, farma e streaming

20.abril

O período de pandemia pelo qual o mundo passa alterou a rotina do comércio e de consumo da população. No Brasil, parte dos estabelecimentos funciona de forma parcial e são priorizados aqueles produtos e serviços tidos como “essenciais” para a sobrevivência humana. Neste novo cenário, algumas categorias vêm se destacando e passaram a ser priorizadas […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *