Entre os fatores mais determinantes que motivam o consumidor a comprar online estão o frete grátis e as promoções que são oferecidas nas lojas virtuais. Isso é o que diz uma pesquisa divulgada neste mês pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo SPC Brasil.

O levantamento apontou que para 48% dos consumidores o que mais pesa na escolha de um site para efetuar a compra é o frete incluso. Em seguida, aparecem o preço mais baixo (47%) e as promoções (41%). Sobre quais aspectos mais fariam eles comprarem pela internet, 62% destacaram o frete grátis.

Já para 34% o diferencial é poder trocar ou devolver na loja física o produto adquirido na loja online. Para outros 33% e 31%, respectivamente, as vantagens destacadas são menor tempo de entrega e possibilidade de retirar os produtos na loja física. Essa realidade mostra o quanto o shopper está cada vez mais em busca de praticidade e preço.

A pesquisa também mostrou que o e-commerce conta com a satisfação de 82% dos internautas, sendo que apenas 11% responderam que ficaram arrependidos com alguma compra feita. Além disso, nove em cada 10 entrevistados já compraram mais de uma vez em um mesmo site, aplicativo ou perfil de lojas em redes sociais.

 

Acesso

Dos 86% dos consumidores conectados que informaram que já compraram pelo menos uma vez pela web nos últimos 12 meses, a maioria apontou que a compra por smartphones foi o meio mais utilizado (67%). Em segundo lugar os notebooks (39%), seguidos dos desktops ou PCs (39%).

O presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior, destacou a importância da participação dos dispositivos móveis nas compras pela internet. “Com a evolução da tecnologia, comprar pelo celular ficará cada vez mais fácil. O próprio varejo tem pela frente um enorme potencial de desenvolver produtos personalizados e experiências customizadas para esse consumidor”, comentou.

As entidades chamam a atenção no estudo para as compras realizadas por meio das redes sociais, o que acaba se tornando mais prático e mais barato para o varejista na maioria das vezes.

Cerca de 33% dos consumidores que responderam à pesquisa disseram que adquiriu algum produto ou serviço por meio do Facebook, Instagram, Youtube ou WhatsApp no último ano, sendo que desses 63% mencionaram ter comprado de varejistas nacionais na maioria das vezes.

Veja 8 dicas de como fazer uma página de Facebook para sua loja.

E 7 dicas para aumentar a visibilidade da sua página no Instagram.

Ainda 57% informaram que costumam escolher os portais de compra e venda de produtos novos ou usados.

 

Gastos

Os produtos mais adquiridos pela internet são da categoria de vestuário, calçados e acessórios (43%), eletrodomésticos (36%), smartphones e celulares (34%), entrega de comida por delivery (30%), artigos para casa (29%) e cosméticos ou perfumes (29%).

O gasto médio com os itens foi de R$ 307,76, valor que passa para R$ 359,43 entre os homens. Entre as formas de pagamento, 67% utilizam principalmente o cartão de crédito, seguido do boleto bancário (48%). Destaque para o uso do cartão de crédito virtual, gerado exclusivamente para compras online, que chegou a 15%.

Conteúdo Relacionado

crédito
News

Lojistas têm dificuldades em contratar crédito no Brasil, diz pesquisa

31.julho

A contratação de crédito por parte dos pequenos varejistas é uma realidade que, em muitas situações, precisa ser considerada para investir nos negócios. Contudo, o período econômico que ainda segue em recuperação lenta se torna um grande entrave. Uma pesquisa feita pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito […]

neoempreendedorismo
News

Neoempreendedorismo: como melhorar a experiência de compra do seu cliente?

29.julho

Já ouviu falar em neoempreendedorismo? É dentro deste conceito que parte um dos principais mecanismos para garantir uma experiência incrível de compra e a consequente fidelização do cliente à loja. Nos tempos atuais, os lojistas precisam se reinventar e inovar o tempo todo para acompanhar o ritmo dos consumidores, que digerem quase que em tempo […]

negócio
varejo

Planejamento do meu negócio: como crescer na correria do dia-a-dia?

23.julho

Como, em meio a tanto trabalho, posso criar um ritmo sustentável de crescimento para minha loja? Essa é uma dúvida muito comum entre empresários. Alguns buscam ajuda de consultores para encontrar respostas, o que também é muito efetivo, mas muitos podem encontrar várias respostas dentro da própria empresa. A resposta mais comum chama-se Planejamento Estratégico. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *