Mais de 7 milhões de novos usuários passaram a usar TVs para o acesso à internet em 2017. O dado representa um crescimento de 16,3% em relação ao ano anterior.

Esse resultado faz parte da publicação de Tecnologia da Informação e Comunicação da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC TIC) do IBGE.

No ano retrasado, 13,1 milhões de pessoas utilizaram a função no aparelho e no ano seguinte foram 20,6 milhões. O aumento absoluto só não foi maior que no celular, que pulou mais de 12 milhões em um ano. De 109,8 milhões em 2016 (94,6%), para 122,5 milhões em 2017 (97%).

Com base no estudo, a pesquisadora Adriana Beringuy destacou que a alta na categoria de smart TVs vai no sentido contrário da utilização de microcomputador e tablets. A utilização desses equipamentos para o acesso caiu de 65,9% para 58,5% no período. No entanto, as estimativas variam de região para região.

“Mas essa proporção cresce no Norte e Nordeste do país. No Nordeste, 8,1% estão nessa condição de vulnerabilidade, enquanto o Norte tem 11,3%.  Por outro lado, a região Sudeste é que tem menor proporção de domicílios nesta condição, com 4,4%”, explicou Adriana.

Sinal analógico

O mês de dezembro marcou o fim do sinal analógico para muitas regiões brasileiras. Mas em 2017 o momento já era de transição tecnológica e ainda assim 11,9 milhões de pessoas moravam em domicílios dependentes do sinal analógico, apontou o PNADC TIC.

Conteúdo Relacionado

TEI

Janeiro marca temporada de liquidações no varejo brasileiro

11.janeiro

Depois do período de festas de fim de ano é preciso pensar em uma nova etapa importante para o varejo: as liquidações. No Brasil, o mês de janeiro já se tornou característico. Para os lojistas, é a melhor hora para promover a queima de estoque de produtos com baixa procura. Além disso, renovar o mix.

TEI

Estimativa é que R$ 53,5 bilhões sejam injetados na economia neste Natal

27.novembro

O mercado varejista já começa a se preparar para a principal época de compras do ano. Lojas decoradas, planejamento de estoque, contratações temporárias e mix temático em evidência já podem ser vistos no comércio. O intuito é estimular as vendas de fim de ano e a previsão é que o Natal movimente cerca de R$ 53,5 […]

TEI

Desempenho do varejo manifesta crescimento, aponta índices

01.outubro

As atividades no setor varejista demonstraram melhora, ainda que pequena, no início deste semestre e indicam um desempenho em crescimento do comércio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *