Uma nova pesquisa sobre comportamento do consumidor brasileiro mostra que as compras por conveniência voltaram a ganhar importância. Conforme a Kantar, esse fator fez com que o pequeno varejo conquistasse 7,6 milhões de novos lares em 2021.

As compras por conveniência representaram 23,6% dos gastos no país em canais de compra de bens de consumo massivo. O resultado foi o maior valor total investido pelas famílias nessa categoria.

A Kantar é líder global de dados, insights e consultorias. As informações apresentadas das as compras por conveniência fazem parte da nova edição do relatório Consumer Insights. O documento é publicado trimestralmente e foi lançado pela empresa na última semana.

Compras de abastecimento

A pesquisa também aponta que a opção por compras de abastecimento está em queda. Três anos atrás, elas correspondiam a 52,6% do volume adquirido pelo brasileiro. No entanto, em 2021, caíram para 49,6%.

De acordo com a Kantar, essa modalidade representou menos de 50% do volume de compras pela primeira vez em três anos. Para a empresa, três fatores colaboraram com a mudança no perfil de consumo.

Dois dos fatores são o avanço da vacinação contra a Covid-19 e o retorno das atividades presenciais. O terceiro é a alta nos preços de alimentos e bebidas. Dessa forma, o consumidor tende, neste ano, a decidir com base em proximidade e urgência. Logo, as principais características da conveniência.

Automatização do atendimento

Reportagem recente da Gazeta do Povo destaca que a automatização do atendimento nos mercados de conveniência está mais próxima.

De acordo com o especialista em varejo, Eduardo Yamashita, as lojas autônomas são uma evolução dos minimercados. “Essa é a última fronteira do mercado brasileiro”, afirmou em entrevista ao jornal.

O atendimento autônomo é caracterizado pelo uso de tecnologia para compras em lojas presenciais. Desse modo, é dispensada a intermediação humana para fechamento de vendas.

Entre os modelos existentes, estão as máquinas que permitem a retirada de produtos mediante pagamento no equipamento. Há ainda as conveniências e honest markets. Nesse formato, o consumidor retira o produto e paga por um aplicativo.

Há um terceiro modelo que tem sido utilizado por gigantes do varejo, como Americanas e Amazon. Trata-se das lojas intensivas em tecnologias, que se utilizam de biometria facial e inteligência artificial. Sendo assim, o cliente tem sua conta digital associada à loja, que debita o valor da compra automaticamente.

O hub de inovação aberta Distrito estima que, atualmente, 28 startups desenvolvam soluções dedicadas às lojas autônomas. A tecnologia criada por elas é considerada mais acessível ao pequeno varejo.

Gostou desse conteúdo? Se inscreva na nossa newsletter e receba conteúdos como este gratuitamente e em primeira mão!

Leia também:

Smart Campo & Construção é a nova aposta setorial do Sistema Martins
Workshop A Mulher no Varejo discute desafios da ascensão feminina no segmento

 

Conteúdo Relacionado

dia-dos-namorados-2022
News

Dia dos Namorados 2022: consumidores pretendem antecipar a compra de presentes

12.maio

A um mês do Dia dos Namorados, o varejo nacional está no período inicial para a conquista de clientes. De acordo com pesquisa da plataforma MindMiners, encomendada pelo Grupo Globo, 59% dos consumidores pretendem antecipar a compra de presentes para o Dia dos Namorados 2022. Isso deve acontecer entre 15 e 30 dias antes de […]

minimercados
Varejo Alimentar

Setor de minimercados já passa de 400 mil estabelecimentos no país

20.abril

Segundo maior do país em número de pequenos negócios, o setor de minimercados segue avançando. De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a abertura de empreendimentos enquadrados nesta categoria (que engloba mercearias e armazéns), chegou a 415 mil no final de 2021. No comparativo com 2020, o aumento […]

dia-das-maes-2022
News

Dia das Mães 2022: lojas físicas lideram preferência de compra

18.abril

O percentual de pessoas que pretendem celebrar o Dia das Mães 2022 cresceu em relação a 2021. Conforme relatório da consultoria Behup, 71% dos consumidores afirmaram que vão comemorar a data, que será em 8 de maio. No ano passado, o interesse se concentrou em 65% das respostas. As lojas físicas lideram a preferência de […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *