Há quem diga que o ano só começa depois do carnaval, mas para o varejo o ditado é mais do que mito. A época sazonal deve ser aproveitada para melhorar o faturamento da loja. Além disso, dar atenção para aqueles itens com maior procura no período. Para alcançar os resultados, antecipar os preparativos e colocar o planejamento em prática são medidas primordiais.

Quando preparar as lojas para o carnaval?

A festa mais tradicional e popular do país será celebrada em março neste ano, com a terça-feira de feriado caindo no dia 5. O consultor de varejo, Derly Magalhães Junior, explica que o ideal é que as lojas estejam preparadas logo no início de fevereiro, para já irem sinalizando aos clientes que há uma boa expectativa com a chegada do carnaval. “Os preparativos para incremento das vendas precisam ser agilizados para aproveitar o crescimento das vendas que essa data propícia. Temos um pacote perfeito: carnaval e calor”, comentou.

Quais produtos devem ser destacados no carnaval?

A decoração para o carnaval é um ponto ímpar para atrair os consumidores para dentro da loja e pode ser montada a partir do dia 11 de fevereiro. Itens como bebidas em geral, congelados, carnes para churrasco, cereais, sandálias e produtos descartáveis compõem a lista de produtos sazonais para o período.  Na cesta do mix sazonal também deve ser destacado preservativos, protetores solares e produtos para hidratação corporal.

Baixe o calendário trimestral do Varejo Alimentar e Farma pelo Flix do Varejo Freemium!

O que vende mais no carnaval em lojas especializadas?

As lojas especializadas movimentam as vendas de fantasias, serpentinas, perucas, máscaras, entre outros acessórios. O segmento de beleza e cosméticos também tem muito a ganhar com a venda de maquiagens no carnaval.

Qual a previsão de crescimento em vendas no carnaval?

O comércio segmentado de artigos de carnaval deve registrar um crescimento de 20% a 30% para o período. A alta para os itens sazonais em supermercados pode ser na ordem de 10% a 15%, dependendo do tipo do negócio e da cidade em que estiverem localizados, isso porque o carnaval apresenta polarizações para as comemorações e essa variável é muito significativa. “Esse ano, em particular, há um otimismo em toda a cadeia produtiva e é esperado um crescimento bem acima dos últimos anos”, disse Derly.

Decoração e sonorização da loja são importantes no carnaval?

O varejo deverá estar atento com a ambientação da loja para o carnaval, tornando-a alegre e bem colorida, sem esquecer da sonorização que deve ser adequada e estimulante. Contudo, a partir do dia 6 de março, o lojista precisa se preparar para “virar a chave” porque se inicia o período da quaresma, mudando imediatamente o comportamento de grande parte dos consumidores, que estarão mais atentos à aquisição de peixes, bacalhau, embutidos, azeites e outros produtos gourmet.

O que deve ser levado em conta na hora de deixar a loja pronta para o carnaval?

No entanto o consumo de bebidas, protetor solar, bronzeadores e afins ainda terão boa representação nas vendas em virtude do verão e nesse aspecto o remanescente do carnaval será facilmente escoado desde que haja uma exposição adequada para esses produtos. Confira algumas dicas importantes do consultor para o carnaval:

  • Avaliar quais os itens estão disponíveis no mix da loja. Para isso, verificar sua performance de vendas no ano anterior para projetar o crescimento;
  • Visitar os concorrentes para uma avaliação de mercado (mix e posicionamento de preços);
  • Intensificar a atenção relacionada ao comportamento e preferências dos consumidores para direcionar a estes os produtos mais desejados;
  • Quanto maior o “foco” nos produtos, maior será o incremento de faturamento.

Conteúdo Relacionado

News

Como alavancar o consumo de produtos de giro rápido em sua loja?

09.abril

Ainda que o cenário não tenha sido dos mais favoráveis em 2018, os setores supermercadista, farma e atacarejo se destacaram no período.

News

A maioria da população consumidora não se prepara para aposentar, saiba o porquê.

05.abril

O orçamento enxuto é o principal motivo que leva grande parcela da população brasileira a não se aposentar. A pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do SPC Brasil, em parceria com o Banco Central, mostra que cerca de 60% dos consumidores não estão preparados para a aposentadoria.

News

Você conhece seu público? 96% dos responsáveis pelas compras são mulheres

03.abril

No mês dedicado à mulher, a Nielsen divulgou informações sobre o panorama da mulher brasileira no mercado varejista e comprovou que elas são maioria nas lojas. Com base na pesquisa “Estilos de Vida 2018”, 96% dos responsáveis pelas compras são mulheres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *