Praticidade e segurança têm sido as bandeiras de uma nova modalidade de serviços financeiros, chamada de carteiras digitais. Apenas em 2020, esse sistema cresceu 43,5% na América Latina.

No Brasil, o método correspondeu a 17% das transações eletrônicas no período. Perdeu apenas para o cartão de crédito. As informações foram divulgadas nesta semana pela FIS, empresa do setor.

Outra pesquisa, da Serasa com a Opinion Box, destaca que 63% dos brasileiros já usaram o serviço neste ano. A região Sudeste do país concentra 49% dos usuários.

Para o vice-presidente sênior da FIS para a América Latina, Juan Pablo D’Antiochia, o cenário é promissor. Ele concedeu entrevista ao jornal A Tarde.

“O brasileiro é bastante receptivo a novos serviços e tecnologias digitais. Por termos cerca de 34 milhões de desbancarizados no Brasil, essa população encontrará nas carteiras digitais uma alternativa acessível, sem necessidade de abrir contas em bancos”, avaliou.

Carteiras digitais

Também chamadas de e-wallets e digital wallets, as carteiras digitais são aplicativos que armazenam informações de pagamentos. Os usuários podem baixá-los em smartphones ou smartwatches.

Em lojas físicas, basta aproximar o aparelho da máquina de cartão para confirmar as compras. Outra forma de usar o recurso é por meio de QR Code gerado pelo estabelecimento. Portanto, é um método que dispensa uso de cartão ou dinheiro.

Atualmente, cerca de 600 carteiras digitais operam no Brasil. Entre elas estão Pic Pay, Ame, PayPal e Mercado Pago. O recurso é considerado seguro por exigir senha e adotar sistemas voltados para o não vazamento de dados.

Como o varejo pode se beneficiar?

Para receber pagamentos por meio de carteiras digitais, o lojista precisa ter a opção na maquininha de cartão. É preciso ainda que o equipamento esteja habilitado para receber por aproximação.

Outra forma de trabalhar com o serviço é cadastrar suas informações na plataforma virtual. Nessa segunda opção, o pagamento é feito diretamente entre as carteiras digitais.

Um dos benefícios para a empresa é que as taxas cobradas por pagamentos digitais são mais baratas. Além disso, não há necessidade de troco ou comprovante e o atendimento é mais rápido.

Ao incorporar a carteira digital no estabelecimento, é importante também que o lojista divulgue. Para isso, basta colocar cartazes ou adesivos na loja informando a existência da modalidade. O mesmo vale para os canais digitais da empresa.

Gostou desse conteúdo? Se inscreva na nossa newsletter e receba conteúdos como este gratuitamente e em primeira mão!

Leia também:

Tecnologia 5G promete inovações e lucro para o varejo
Omnicalidade: maior integração entre online e off-line é o caminho

Conteúdo Relacionado

pix
News

PIX: uma nova perspectiva de pagamento no varejo

17.setembro

Prevista para entrar em atividade no dia 16 de novembro, mas já com cadastro disponível a partir do próximo mês, a ferramenta PIX promete facilitar as transações para pagamentos no Brasil. O que poderá beneficiar diretamente a relação consumidor versus varejo. O sistema brasileiro, desenvolvido pelo Banco Central, vai permitir a realização de transferências monetárias […]

compras-de-natal
News

Com 13º salário, consumidores se preparam para as compras de Natal

22.novembro

Pelo menos 33% dos trabalhadores brasileiros pretendem usar o 13º salário para as compras de Natal. É o que aponta a pesquisa conjunta da Câmara Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e SPC Brasil. O levantamento teve parceria da Offer Wise Pesquisas. Também conforme os dados, 59% dos entrevistados planejam ir às compras de Natal com […]

descontos-black-friday
News

Descontos na Black Friday: desejo é que percentual seja acima de 40%

17.novembro

A Black Friday está chegando e o Esquenta para a data já é realidade em muitos estabelecimentos. Com a melhora no cenário da pandemia, a expectativa para o período neste ano é bastante alta, principalmente em relação aos descontos na Black Friday. Se, entre os lojistas, há quem fale em faturamento 25% maior, entre os […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *