O movimento faça você mesmo é estimulado no mundo inteiro e atrai uma multidão de consumidores. É aquela satisfação pessoal de montar a própria decoração em casa, conseguir fazer pequenos reparos e reformas sem precisar gastar muito. Um cantinho exclusivo de produtos de materiais de construção no supermercado é ideal para atender as necessidades desse amplo público.

O espaço auxilia os clientes a comprar itens de materiais de construção, elétricos e hidráulicos sem ter que se deslocar até as lojas especialistas, que geralmente funcionam com horário limitado. Desde colas instantâneas a artigos decorativos, o mix pode ser bem diversificado a depender do público-alvo.

Pandemia como aliada

Apesar das consequências trazidas pela pandemia, o varejo se beneficiou ao ser analisado sob outras perspectivas. Uma delas certamente é o cantinho faça você mesmo de materiais de construção no supermercado.

Com o trabalho remoto, muita gente ficou mais em casa e se viu mudando o comportamento. Passaram a notar mais aqueles pontos da casa que precisavam de um pequeno conserto e uma pintura nova. Ou era a torneira da pia pingando, ou a cadeira da cozinha sem parafuso ou aquele quadro parado há tempos por falta de uma furadeira para pendurá-lo.

Uma pesquisa da empresa de consultoria Oficina de Estratégia sobre as mudanças no comportamento do consumidor mostrou que 77% dos lojistas perceberam que o faça você mesmo cresceu durante a quarentena. Isso porque o shopper começou a assistir tutoriais na internet, questionar mais os vendedores das lojas e despertaram o interesse em colocar a mão na massa.

Montando o mix de materiais de construção no seu supermercado

Para compor o cantinho de materiais de construção a dica é simples: se coloque no lugar de consumidor e pense quais situações você precisaria de algum tipo de material para conseguir executar algum serviço em casa. Troca de chuveiro? Pintura? Furar a parede? Soldar algum fio?

Segue algumas sugestões cruciais para ter no mix: fita veda rosca, fita isolante, cola instantânea, cola PVC, chuveiros e acessórios, parafusos e pregos, torneiras, tintas, soldas, tomadas, plugues, lâmpadas, pincéis, chaves variadas, kit de ferramentas, brocas, furadeira, alicate etc.

Como expor os produtos?

O cantinho de materiais de construção no supermercado precisa destacar aqueles itens para pequenos reparos, de jardinagem, de artesanato ou de decoração. Se foram produtos encartelados, as gôndolas vão ajudar numa organização melhor. Também é muito comum as lojas usarem cestos para colocar os produtos menores como fitas e plugues.

As prateleiras podem receber aqueles produtos de alto valor agregado, como ferramentas e equipamentos, e que prende a atenção do consumidor. O layout da exposição também precisa ser atrativo e bem sinalizado para que o cliente ache o espaço dentro da loja.

Muitos supermercados são certeiros em destinar o espaço para os materiais de construção nas chamadas zonas frias. Por serem categorias de necessidade, o consumidor percorre todo o ponto de venda até chegar no cantinho.

Expor os produtos próximos aos caixas da loja também é vantajoso. Isso acaba incentivando o cliente a comprar impulsivamente ao lembrar que, a qualquer momento, pode precisar do produto em casa.

O varejo de materiais de construção deve seguir crescendo este ano. Isso porque as pessoas tomaram gosto de colocar a mão na massa. E, com isso, executar os próprios reparos em casa e também no trabalho.

De olho nesse público e no mercado aquecido, é hora de montar o cantinho de materiais de construção no seu supermercado. Além das vantagens que já falamos, tem uma que é super importante: a rentabilidade de grande parte dos produtos de materiais de construção é acima de 100% para o varejista.

Monte seu cantinho

Quer ajuda para montar o seu cantinho de materiais de construção no supermercado? Conte com a Universidade Martins do Varejo, que oferece um kit composto por cartaz de preço, faixa, testeira e wobbler que estão prontos para serem aplicados em seu mercado. Baixe agora, é gratuito. E aproveite para ler mais sobre o assunto clicando aqui!

Quer receber conteúdos como este gratuitamente e em primeira mão? Assine nossa newsletter.

Leia também:

Produtos de skincare impulsionam vendas em supermercados e farmácias
Pix ainda gera incertezas e barra adesão do varejo

Conteúdo Relacionado

Closeup of calendar page
Varejo Alimentar

Baixe de graça o calendário sazonal e se prepare para as datas mais importantes do ano

19.fevereiro

Estimular as vendas em plena pandemia com impactos claros à economia não parece ser uma tarefa fácil para o varejo. Mas algumas alternativas podem ser aproveitadas para reverter isso. Uma delas é, sem dúvidas, recorrer ao calendário sazonal. A sazonalidade é a oportunidade ideal para incrementar o mix, fazer ações promocionais temáticas e ajudar a […]

Two salesmen are discussing equipment selection near woodworking machine in power tools store.
Material de Construção

Mercado de construção: tendências e perspectivas para 2021

12.fevereiro

Ao que tudo indica, ou melhor, ao que os indicadores mostram, o setor da construção civil não se abalou tanto com a crise gerada pela pandemia do coronavírus. Bom para o varejo de material de construção, que também é visto com boas perspectivas para 2021. A Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat) […]

Varejo Alimentar

Cuidados pessoais: principais tendências no consumo

30.outubro

A Euromonitor International, em pesquisa de mercado divulgada neste ano, mostrou que o Brasil é o quarto maior país no mercado de beleza e cuidados pessoais do mundo, o que inclui no segmento cosméticos, perfumaria e produtos de higiene. Nós só perdemos para os Estados Unidos, China e Japão. O atual cenário vem impulsionando ainda […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *