A automação pode ser explicada pelo uso de tecnologias e sistemas que otimizam os processos internos da empresa. Essa prática é cada vez mais comum nos variados segmentos de mercado e vem ganhando espaço considerável dentro do varejo.

Em muitas vezes, diminuir a burocracia e pular algumas etapas se aproveitando da tecnologia, pode acabar gerando mais rentabilidade para o negócio.  Além disso, pode tornar a loja bem mais competitiva em relação aos demais varejistas.

A Associação Brasileira de Automação (GS1 Brasil), em parceria com a empresa especialista em pesquisas GfK, criou um método para aferir o Índice de Automação do Mercado Brasileiro. O levantamento mostra uma visão mais ampla da adoção e impacto da automação. Esses dados são considerados tanto para as empresas, como para os consumidores brasileiros. A escala seguida foi de 0 a 1, sendo zero a inexistência de automação e 1 a automação plena.

No estudo, o varejo brasileiro atingiu um índice de 0,20 em 2017 se consideradas as empresas como um todo. Considerando as dimensões do setor, os destaques são “sistemas” da área administrativa (índice de automação de 0,31) e “logística” (0,32). Refere-se ao uso da automatização em estocagem, comunicação com fornecedores e distribuidores, notas fiscais, leitura código de barras e etc.

Benefícios

Sob o ponto de vista logístico, investir em maquinários ou softwares que facilitem a rotina da loja pode auxiliar no melhor gerenciamento do estoque. O objetivo é evitar o excesso de itens ou deixar que as mercadorias fiquem paradas muito tempo.

Coletores de dados para logística.
Coletores de dados para logística.

A automatização no varejo também minimiza, e muito, os sucessivos erros de lançamento. Com o auxílio do cadastro de código de barras do mix, por exemplo, os dados vão automaticamente para o programa no computador. Dessa forma, também fica mais fácil identificar as categorias com maior saída e, consequentemente, que geram mais lucros para a loja.

A fidelização do público-alvo é outro benefício que dá para ser alcançado com a automação. Hoje em dia, existem diversos programas que ajudam na organização dos dados do cliente. Eles traçam um perfil e facilitam na identificação do varejista com ele.

O varejista deve enxergar as tecnologias como aliadas do negócio, de forma que o lucro aumente e as perdas, como furtos entre outras quebras, sejam mínimas ou nulas. Só com esse pensamento é que o pequeno ou médio empresário vai conquistar maior competitividade e comemorar o sucesso da loja.

Assine o Flix do Varejo e tenho acesso a conteúdos exclusivos para o pequeno e médio varejo brasileiro. Diversos temas são tratados na ferramenta, que traz ainda séries, artigos, e-books e muito mais.

Conteúdo Relacionado

bottles of champagne
Varejo Alimentar

Espumantes ganham a preferência do consumidor e devem estar no radar do varejo

30.agosto

O consumo de espumantes está em ascensão no Brasil. Tanto que, no último ano, o volume de vendas da bebida superou o de vinhos. Logo, o varejo deve estar atento para aproveitar as oportunidades oferecidas pelo segmento. Conforme pesquisa da União Brasileira de Vitivinicultura (Uvibra), 40,4 milhões de garrafas de espumantes foram comercializadas no país […]

higiene-pessoal
Varejo Alimentar

Varejo tem no setor de higiene pessoal um aliado para alavancar as vendas

21.julho

As vendas de produtos de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos estão cada vez mais aquecidas. Conforme a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), o setor cresceu 6,5% apenas no primeiro trimestre de 2022 e mostra fôlego para fazer a diferença no caixa do varejo até o fim do ano. A […]

inverno-cha
Varejo Alimentar

Inverno movimenta vendas em supermercados e farmácias

14.junho

A chegada da estação mais fria do ano é também sinônimo de oportunidades para o varejo nacional. Além do setor de vestuário, que deve movimentar quase R$ 14 bilhões nesta temporada, os supermercados e farmácias também devem se beneficiar da economia de inverno. Com início em 21 de junho e término em 22 de setembro, […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *