Mais do que ser alavancado pelo apelo esportivo da Copa do Mundo de futebol, o mercado de televisores promete fechar 2018 com boa oportunidade de vendas. 

Isso porque até o final do ano cerca de 1,3 mil cidades, incluindo todas as capitais brasileiras, terão o sinal analógico desligado.

Os consumidores estão cada vez mais interessados por telas maiores e com melhor resolução. A multifuncionalidade também atrai o cliente na hora de escolher pelo equipamento ideal. Segundo levantamento feito pela consultoria GFK, só no primeiro bimestre do ano houve um aumento de 97% nas vendas. Isso com relação ao mesmo período do ano passado em modelos acima de 65 polegadas.

A aposta para o varejo de bens duráveis vem sendo as smart TVs – que representam atualmente 70% das vendas – e televisores 4K com resolução ainda mais superior que a tecnologia Full HD.

Assistindo Tv
Consumidores buscam tecnologia em televisores

Os telespectadores estão atentos às novas tecnologias, bem como ao cronograma divulgado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações para desligar o sinal analógico. Por isso, o varejista deve também se programar para atender a demanda de vendas e incrementar o faturamento neste ano.

Entenda o processo

O processo para transformar o sinal das TVs abertas em 100% digital teve início em abril de 2015 e segue até dia 5 de dezembro desse ano com o desligamento nas cidades de Blumenau (SC), Jaraguá do Sul (SC), Joinville (SC), Campina Grande (PB), Dourados (MS), Caruaru (PE), Petrolina (PE),  Rondonópolis (MT), Feira de Santana (BA), Vitória da Conquista (BA), Governador Valadares (MG), Juiz de Fora (MG), Uberlândia (MG), Uberaba (MG), Imperatriz (MA), Marabá (PA), Mossoró (RN), Parnaíba (PI) e Santa Maria (RS).

O desligamento do sinal analógico irá liberar a faixa de 700Mhz para que a oferta de internet 4G possa ser expandida por todo o país. Além disso, a TV digital traz outros benefícios como uma imagem mais nítida, som de melhor qualidade, possibilidade de mobilidade e interatividade e o acesso continua sendo gratuito.

De acordo com a Entidade Administradora da Digitalização de Canais TV e RTV, a Seja Digital, o Sistema Brasileiro de TV Digital foi implantado em 193 municípios até o momento e já atende cerca de 60 milhões de brasileiros.

O sinal analógico já foi desligado em Rio Verde (GO), Brasília e outras nove cidades do Distrito Federal; São Paulo e 38 cidades do estado, Goiânia e mais 28 municípios de Goiás, Recife e outras 13 cidades de Pernambuco, Salvador e mais 19 cidades da Bahia, Fortaleza e outras 14 cidades do Ceará, Vitória e mais seis cidades do Espírito Santo, a capital do Rio de Janeiro e 18 municípios do entorno, além de Belo Horizonte e outras 38 cidades de Minas Gerais.

Conversores

Aos consumidores que ainda são mais tradicionais e não querem abrir mão, a princípio, dos televisores com sinal analógico, poderão adaptar conversores que também têm tido muita procura no mercado.

Conversor Digital
Aumenta a procura de conversores digitais

Mas é muito importante se atentar para algumas informações antes de comprar o conversor. O equipamento vai transformar o sinal digital que chega em casa em um sinal compatível digital com a TV. Para adquirir o produto, é preciso anotar o modelo da TV e ficar atento às entradas do conversor, pois há diferentes modelos com pino HDMI, RCA ou coaxial.

A numeração com o modelo da TV pode ser encontrada no manual do televisor ou adesivado no próprio equipamento. Os televisores com fabricação a partir de 2010 já contam com o conversor incluso.

Conteúdo Relacionado

TEI

Celular está presente em 93,2% dos domicílios brasileiros

29.janeiro

Há tempos o telefone celular vem galgando o espaço de principal equipamento para comunicação e acesso à internet. A última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua sobre Tecnologia da Comunicação e da Informação (PNAD TIC), divulgada pelo IBGE na semana passada, revelou que em 2017 o aparelho estava presente na maioria das residências brasileiras.

TEI

Internet está presente em 74,9% dos domicílios brasileiros

18.janeiro

Além da situação de smart TVs no Brasil e o uso do celular para uso pessoal, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) com o tema Tecnologia da Comunicação e Informação (TIC) mostrou a real situação dos brasileiros com o acesso à internet em 2017.

TEI

Janeiro marca temporada de liquidações no varejo brasileiro

11.janeiro

Depois do período de festas de fim de ano é preciso pensar em uma nova etapa importante para o varejo: as liquidações. No Brasil, o mês de janeiro já se tornou característico. Para os lojistas, é a melhor hora para promover a queima de estoque de produtos com baixa procura. Além disso, renovar o mix.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *