Ao menos 36% dos trabalhadores pretendem usar o 13º salário para as compras de Natal. Outros 22% planejam empregar o dinheiro extra com as celebrações natalinas ou de Ano Novo. E 21% querem comprar algo para si mesmos.

Os dados fazem parte da pesquisa realizada pela Câmara Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) junto ao Serviço de Proteção ao Crédito (SPC-Brasil) e à Offerwise Pesquisas e servem de referência para o varejo reforçar suas estratégias de vendas para o período.

Conforme o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o pagamento do 13º deve movimentar cerca de R$ 250 bilhões na economia brasileira até dezembro.

Por lei, a primeira parcela, que corresponde a 50% do valor total sem qualquer desconto, deve ser paga até 30 de novembro. Já o pagamento da segunda parcela, sobre a qual incidem impostos, ocorre até 20 de dezembro.

Mas não é só o 13º que vai incrementar a renda do brasileiro no fim de ano. A pesquisa CNDL/SPC Brasil identificou que 55% dos entrevistados planejam buscar renda extra para investir mais em festas e presentes.

O estudo ouviu uma amostra de 740 pessoas entre 10 e 17 de outubro em todas as capitais brasileiras.

Fortalecendo vendas

Com a perspectiva de que o consumidor estará mais propenso a gastar nas próximas semanas, o varejo precisa estar preparado. A atenção deve ser ainda maior este ano devido às grandes sazões que competem entre si na reta final de 2022: Black Friday (25 de novembro), Cyber Monday (28 de novembro) e Copa do Mundo (que teve início no último domingo, dia 20).

A oferta de produtos e serviços em combos é uma forma de manter o consumidor interessado na loja. Assim, ao adquirir um determinado conjunto de itens, o cliente obtém uma vantagem. Seja ela um brinde ou desconto no preço total.

Cashback e clubes de ponto são outras estratégias que têm tudo para favorecer as vendas. Novamente falamos de sugestões que aumentam no cliente a percepção de vantagem. Enquanto no cashback criam-se condições para que o comprador receba parte do dinheiro de volta, no clube de pontos o usuário obtém benefícios conforme a pontuação obtida.

Nas duas modalidades, o varejo consegue trabalhar a fidelidade do consumidor, oferecer alternativas para que ele priorize a aquisição, mesmo com menos recursos, e estimular as compras em grupo. Por outro lado, aumentam o destaque das lojas nas campanhas de marketing.

E, pensando em campanha, a antecipação do marketing em torno do Natal e Ano Novo pode fazer diferença no caixa de 2022. Desse modo, clientes em potencial se acostumam a ver a loja como uma opção. Isso sem falar no pós-venda das campanhas em andamento, que é um cenário de boas oportunidades para manter o contato e falar das ofertas de fim de ano.

Gostou do conteúdo? Assine também a nossa newsletter para receber conteúdos como este gratuitamente e em primeira mão!

Leia também:

Mercado de indulgentes cresce no varejo com versões mais saudáveis e reduzidas
Cyber Monday favorece fortalecimento de canais virtuais do varejo

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Blank tag on light background, closeup. Black Friday concept
News

E-commerce deve movimentar R$ 6,05 bilhões na Black Friday 2022

13.outubro

Falta pouco mais de um mês para a edição da Black Friday 2022. Neste ano, a data coincide que a Copa do Mundo e um período de retomada mais forte da economia. Segundo a Associação Brasileira do Comércio Eletrônico (ABComm), a sazão deve movimentar R$ 6,05 milhões apenas no e-commerce nacional. A estimativa da entidade […]

Businessman using magnifying glass to recruit people 3D renderin
News

Varejo inicia temporada de contratações para o fim de ano

11.outubro

A temporada de contratações para o fim de ano já começou no varejo e a expectativa é que 95 mil vagas sejam abertas entre outubro e dezembro. A projeção, 10,4% abaixo da registrada em 2021 para o período, foi elaborada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC […]

Boy looks at shelves with toys in shop
News

Dia das Crianças 2022: varejo deve movimentar quase R$ 14 bilhões com a data

30.setembro

Com a expectativa de adesão de 73% dos consumidores brasileiros, o Dia das Crianças 2022 deve trazer um bom faturamento para o varejo neste ano. Conforme pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), em parceria com o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), a data deve movimentar R$ 13,68 bilhões, um aumento […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *